O Conselho de Prevenção da Corrupção (CPC), um organismo que funciona junto do Tribunal de Contas, anunciou esta quarta-feira que teve uma reunião com a comissão de acompanhamento do processo de privatização dos CTT - Correios Portugal e que fez recomendações.

Em comunicado, o órgão refere que «procedeu hoje à audição da comissão de acompanhamento do processo de privatização da sociedade CTT ¿ Correios de Portugal», no dia em que vão ser conhecidos os acionistas de referência da empresa.

«Como tem acontecido com os demais processos de privatização, o CPC procedeu às audições das comissões de acompanhamento respetivas e formulou recomendações quanto à prevenção de riscos», não adiantado mais pormenores.

Ao final do dia serão conhecidos os novos acionistas dos CTT, em véspera dos títulos serem cotados em bolsa, sendo que a maioria da procura das ações dos Correios de Portugal veio de fora do país.

O Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações (SNTCT) convocou para quinta-feira, dia em que as ações começam a ser cotadas uma concentração em frente à porta da Euronext Lisbon em protesto contra a privatização dos Correios de Portugal.