As vendas de gasolina caíram, enquanto as de gasóleo subiram entre janeiro e março, segundo os dados da Associação Portuguesa de Empresas Petrolíferos (APETRO).

A redução de 5,8% do consumo acumulado até março de gasolinas rodoviárias corresponde a um decréscimo de 14 milhares de toneladas, na comparação com o primeiro trimestre 2015.

Já o aumento de 2,9% do consumo de gasóleo rodoviário traduziu-se em mais 29 milhares de toneladas.

No primeiro caso, “o consumo mensal está em queda”, tendo-se esta situação verificado “em todos os meses do primeiro trimestre”. Já no diesel, a tendência tem sido contrária, com mais vendas deste tipo de combustível. 

Este balanço surge numa semana em que os preços dos combustíveis não sofreram alterações (o que é raro), mas mantêm-se no valor mais alto do ano.