O furacão Harvey continua a provocar o caos. Apesar de muito menos importante que as perdas humanas, o fato é que os destroços provocados no Texas deitarem a baixo a produção de muitas refinarias e, sobretudo, os produtos refinados não param de aumentar no mercado internacional. A consequência são combustíveis mais caros.

Os analistas nunca tiveram dúvidas que as interrupções, nomeadamente na refinação, limitaria a disponibilidade de petróleo bruto, gasolina e outros produtos refinados dos EUA para os consumidores globais e aumentariam os preços.

Em Portugal, se considerarmos o valor de cotação média da gasolina 95 de 31 de agosto - nos 1,478 euros por litro -, segundo os dados da Direção Geral de Energia e Geologia, constatamos que subiu cerca de 3 cêntimos por litro face aos 1,473 euros por litro do passado domingo. Já para não falar que esta sexta-feira o posto de gasolina com o valor mais baixo por litro, em Portugal continental, é no Intermarché de Pombal, quando há uma semana o posto mais económico vendia gasolina a 1,229 euros por litro.

No caso do gasóleo simples, o efeito Harvey deve ser menos significativo. Com o preço médio a subir ligeiramente face a domingo passado para 1,207 euros esta quinta-feira.

O Harvey é o furacão mais forte a atingir os Estados Unidos desde o Katrina, em 2005, e o estado do Texas desde 1961, tendo chegado ao litoral norte-americano na sexta-feira.

O furacão foi mesmo ao coração da indústria petrolífera, obrigando os Estados Unidos a reduzir a produção de petróleo por várias semanas, devido ao impacto da catástrofe que, até ao momento destruiu uma parte significativa da capacidade de refinação, mais de um quarto da produção norte-americana de petróleo no Golfo do México, e encerrou portos e refinarias ao longo da costa do Texas.

Em Londres, o Brent, que serve de referência às importações portuguesas, está esta sexta-feira a cotar nos 52,55 dólares.

O fecho na Europa esta sexta-feira será decisivo para sabermos, afinal, quanto sobem gasolina e gasóleo na madrugada desta segunda-feira em Portugal.