A Portugal Telecom SGPS (PT SGPS) anunciou esta segunda-feira que o Citigroup detém uma participação qualificada e uma posição económica longa superior a 2% na empresa.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a PT SGPS adianta que a 16 de março, o Citigroup tinha uma participação inferior a 2% devido à «alienação, no dia 16 de março de 2015, pelo Citigoup Global Markets Limited, de 2.574.820 ações ordinárias» da empresa.

«Em resultado desta situação, passou a ser imputável ao Citi uma participação social correspondente a 17.674.764 ações ordinárias de 1,9715% do capital social da PT SGPS e correspondentes direitos de voto», acrescenta.

No entanto, dois dias depois, mais concretamente a 18 de março, o Citi passou a ter uma participação qualificada e posição económica longa na empresa.

Isso aconteceu depois do Citigroup Markets Limited ter comprado naquela data 238.1677 ações ordinárias da PT SGPS.

«Em resultado desta situação, passou a ser imputável ao Citi uma participação qualificada e uma posição económica longa correspondentes a 18.154.428 ações ordinárias representativas de 2,0250% do capital social da PT SGPS e correspondentes direitos de voto», refere a PT SGPS.

«As referidas participação qualificada e posição económica longa são imputáveis ao Citi através da seguinte cadeia de entidades: Citigroup Global Markets Holdings Inc, Citigroup Financial Products Inc, Citigroup Global Markets Europe Limited, Citigroup Global Markets Limited», conclui a PT SGPS, no comunicado.