A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários decidiu prorrogar a suspensão da negociação das ações e obrigações do BES, que estão sem negociar há mais de um ano.

Segundo informou em comunicado o regulador dos mercados financeiros, apesar da “informação privilegiada divulgada pelo BES no passado dia 7 de agosto”, que levou a CMVM a analisar se levantaria a suspensão, acabou por decidir que fica tudo como está.

"Subsistem ainda dúvidas pelo que continua suspensa a negociação das ações e dos instrumentos de dívida do Banco Espírito Santo, S.A por mais 10 dias úteis, até à divulgação de informação relevante e segura sobre o emitente”


Na passada sexta-feira, 7 de agosto, o BES anunciou que tinha um ‘buraco’ financeiro de 2.400 milhões há um ano, após a resolução do Banco de Portugal a 3 de agosto de 2014.