O Conselho de Administração da Portugal Telecom SGPS (PT SGPS) esclareceu hoje que a assembleia geral agendada para 12 de janeiro mantém-se e que «só os acionistas» é que podem decidir pela sua suspensão.

Em comunicado, citado pela Lusa, o Conselho de Administração da empresa adianta que, «estando a assembleia geral regularmente convocada, só os acionistas da PT SGPS poderão, se assim o entenderem, decidir suspender a sessão», nos termos do artigo 387.º do Código das Sociedades Comerciais.

Na reunião magna da próxima segunda-feira os acionistas da PT SGPS irão votar a venda, ou não, da PT Portugal (que detém a Meo e o Sapo, entre outros serviços) ao grupo francês Altice.

PT: CMVM já recebeu relatório da PwC sobre empréstimos

CMVM proíbe venda a descoberto das ações da PT