Faz ideia de qual é o país com maior força laboral? A China, que é a segunda maior economia do mundo. A China, que enfrenta uma desaceleração económica preocupante. Ainda assim, o país consegue estar fora - e de longe - do top 10 dos países com mais desemprego, segundo os dados da Organização Internacional do Trabalho. 


Só na indústria do carvão e do aço, quase dois milhões de trabalhadores podem vir a perder os seus empregos, segundo as estimativas. Em causa, está 15% do total do setor e, mesmo assim, o gigante asiático não entra na lista negra do desemprego e tem, até, 120 países à sua frente.

Com 806 milhões de trabalhadores, dois milhões acabam por ser uma fatia 'pequena' comparando com a falta de trabalho que afeta, proporcionalmente, outros países.

Este é, de resto, o top 10, segundo a Organização Internacional do Trabalho.

  1. Mauritânia 31,0%
  2. Bósnia Herzegovina 27,9%
  3. Macedónia 27,9%
  4. Grécia 26,3%
  5. Lesoto 26,2%
  6. Cisjordânia e Gaza 26,2%
  7. Sudáfrica 25,1%
  8. Espanha 24,7%
  9. Suazilândia 22,3%
  10. Sérvia 22,2%

Temos, portanto, países do sul e do oeste de África à cabeça. E, também, países europeus. Espanha e Grécia têm mantido altas taxas de desemprego. Portugal, na era da troika, chegou a roçar quase os 18%, mas segundo estes dados da OIT, está fora da lista.

Os dados são de 2014, altura em que o desemprego em Portugal estava nos 13,9%, um alívio assinalável em relação aos recordes recentes.