A Comissão Nacional de Aposentados da Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública (FCSAP) vai esta quinta-feira à Caixa Geral de Aposentações exigir a reposição dos valores em falta nas suas pensões devido à aplicação de uma forma de cálculo errada.

«Está a ser aplicada uma fórmula de cálculo errada para a definição das pensões, que absorve uma parte do dinheiro que é dos trabalhadores e, por isso, os aposentados mais recentes, vítimas desse erro, querem que lhes seja devolvido o que está em falta», disse Artur Sequeira da direção da FCSAP, à Lusa.

Os aposentados vão entregar na sede da Caixa Geral de Aposentações «um requerimento contra os cortes que estão a ser feitos nas pensões desde 2011, exigindo a reposição imediata desses valores e o cálculo correto das suas pensões».

Segundo Artur Sequeira, os valores em causa ascendem a cerca de 22 milhões de euros.