O presidente português, Aníbal Cavaco Silva, disse esta sexta-feira que Portugal «recuperou a confiança dos mercados internacionais», três anos depois de ter assinado um «acordo de ajustamento» com a troika, e tem agora «uma economia mais competitiva».

«Passam exatamente três anos, amanhã [sábado], que nós assinámos este acordo. Penso que recuperámos a confiança dos nossos parceiros e dos mercados internacionais. O resultado da execução do acordo começa a aparecer» e, segundo o Presidente, é «relevante», em declarações num seminário empresarial em Pequim.