O secretário-geral da União Geral de Trabalhadores (UGT), Carlos Silva, congratulou-se este sábado com o entendimento obtido com o Governo e os patrões na semana passada para alterar o Código do Trabalho, tendo em vista a dinamização da contratação coletiva.

«Andava toda a gente a falar na necessidade de desbloquear a negociação coletiva e é importante dar passos para combater esse imobilismo», disse Carlos Silva, que falava em Aveiro, à margem do II congresso e seminário «Qualificação e Trabalho para Mudar Portugal».

Em declarações à Lusa, o secretário-geral da UGT lembrou que os trabalhadores abrangidos pelos instrumentos de regulamentação coletiva de trabalho estavam «historicamente em níveis baixos».