"Imagem só que uma dada instituição - que não vou mencionar - sempre que decida fazer apoio a um programa de ajustamento fazia a consulta a todos os Estados-membros para saber se era possível trazer esse apoio. Isso era impossível e a Europa não pode trabalhar nessa base"








“Nós conseguimos por as partes do todo alinhadas, agora é preciso alguém que assuma o comando do todo, não basta ter os membros da filarmónica alinhados é preciso depois ter um chefe de orquestra que depois dá a linha de conduta, sob pena de cada um pensar que esta a fazer melhor e depois acabar tudo muito desafinado”








“Não tem sentido pedir a um polaco uma opinião sobre uma coisa que se passa no interior do Eurogrupo, porque ele não é objeto da política, mas tem todo o sentido pedir a todos os membros do Parlamento [Europeu] que fazem parte da zona euro que controlem e verifiquem e questionem a qualidade das políticas"