O Banco de Portugal considera que a designação de novos titulares para a administração do Banco Espírito Santo (BES) «atende à preocupação» de que «órgãos de administração e fiscalização das instituições de crédito sejam independentes».

O Espírito Santo Financial Group (ESFG) anunciou no sábado que vai propor Vítor Bento para presidente executivo do BES e João Moreira Rato para administrador financeiro, num comunicado enviado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Em comunicado citado pela Lusa, o Banco de Portugal refere que já tomou conhecimento desta proposta e regista «o diálogo acionista que tornou possível a apresentação de uma proposta para designação dos novos presidente da comissão executiva (CEO) e administrador financeiro (CFO) e a opção por um procedimento que privilegiou a celeridade, bem como a proposta de eleição de um novo presidente do conselho de administração na próxima Assembleia Geral Extraordinária».