O próximo Orçamento do Estado, que será conhecido na próxima sexta-feira, deverá trazer um alívio fiscal para os deficientes.

A medida ainda não está fechada, mas o Governo pondera uma descida de 90 para 85% dos rendimentos sujeitos a IRS, segundo o Jornal de Notícias.

As pessoas portadoras de deficiência poderão, assim, passar a ter uma parcela de 15% de rendimentos isenta do imposto.

Esta mudança deverá abranger os rendimentos das categorias A e B mas deve deixar de fora os contribuintes da categoria H, ou seja, os pensionistas.

No entanto, o valor máximo de rendimentos isentos de tributação deverá manter-se nos 2.500 euros. Ou seja, as pessoas com salários mais baixos serão aquelas que deverão, na prática, sair beneficiadas.