Apenas uma em cada seis alienações de capital de risco gerou ganhos para os investidores face ao valor de aquisição, em 2015, revela um relatório hoje divulgado pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

De acordo com o relatório anual da atividade de capital de risco, que analisa o setor de capital de risco em 2015, nesse ano “cerca de 23,6% das operações de desinvestimento em capital de risco resultaram em menos-valias face ao valor em carteira, e 53,0% das operações registaram mais-valias para os operadores de capital de risco”.

No entanto, já se a comparação for feita face ao valor de aquisição, e não face ao valor a que estavam contabilizadas em carteira, as conclusões são bem diferentes. Nesse caso, apenas em 18,4% das operações a alienação de posições resultou em ganhos, num valor global de 155,4 milhões de euros.