"Sou candidata a um novo mandato. Fiquei honrada em receber o apoio de França, Grã-Bretanha, Alemanha, China e Coreia desde o início do processo ", sublinhou a responsável em entrevista à TV France 2.