Christine Lagarde afirmou esta sexta-feira que vai concorrer a um segundo mandato à frente do Fundo Monetário Internacional (FMI).

"Sou candidata a um novo mandato. Fiquei honrada em receber o apoio de França, Grã-Bretanha, Alemanha, China e Coreia desde o início do processo ", sublinhou a responsável em entrevista à TV France 2.


Lagarde acrescentou que se for eleita para o novo mandato irá ajudar o FMI a ser mais ágil para conseguir uma melhor resposta às necessidades dos 188 países membros.

O atual mandato termina a 5 de Julho e, por enquanto, é a única candidatura na corrida, sendo que o prazo para concorrer ao lugar termina a 10 de fevereiro. A decisão deverá ser tomada em março.