O Governo canadiano anunciou esta terça-feira que a partir de quinta-feira entra em vigor o visto de várias entradas, que permitirá aos estrangeiros visitas durante seis meses (por ano) num período de 10 anos com um único visto.

«Como parte do nosso plano de fazer crescer a economia canadiana e criar empregos, o nosso Governo está empenhado em atrair mais visitantes e pessoas de negócios para o país. Ao fazer o visto de várias entradas do requerimento de visitante padrão, estamos a evoluir para atender as necessidades de viajantes internacionais que procuram opções flexíveis, rápidas e convenientes para virem para o Canadá», disse o ministro da Imigração e da Cidadania, Chris Alexander.

A taxa para um visto do programa de residente temporário (TRV) vai agora ser reduzida de 150 para 100 dólares (de 110 para 74 euros) para o processo único de visto de várias entradas do país.

Segundo o ministro, ao harmonizar as taxas únicas e de diversas entradas, o processo de pedido de visto tornar-se-á mais simples para os candidatos, promovendo o turismo e o comércio, aumentando o número de viajantes elegíveis que são capazes de efetuar diversas visitas ao Canadá.

O Ministério de Cidadania e Imigração do Canadá vai aumentar outras taxas do programa de residente temporário, a partir de quinta-feira. Estas alterações vão «reduzir a carga» sobre os contribuintes canadianos e «garantir taxas» que refletem de perto o custo real do processamento dos requerimentos.

Em 2012, o Canadá emitiu um número recorde de vistos com quase um milhão de aprovações, particularmente da China, Índia, e México, Filipinas e Brasil.