A TVI noticiou na sexta-feira que a nova administração da caixa Económica Montepio Geral tem em curso um ‘plano de emagrecimento’ forçado que já está a dar os primeiros resultados. Entre as ações do plano destacam-se a dispensa de 150 trabalhadores através e reformas antecipadas, pré-reformas e rescisões por mútuo acordo, mas a meta é chegar aos 200 trabalhadores. Até agora já fecharam 89 balcões.

Em reação à notícia, o Montepio referiu em comunicado que, “a concretização dessas ações confirma a perspetiva positiva a curto e médio prazo do Conselho de Administração e reflete o empenho e compromisso de todos quantos trabalham no Montepio em prol dos clientes e associados”.

O plano de reestruturação em curso no Montepio passa também pela venda de vários ativos, entre os quais ativos imobiliários e participações do banco. Foi o caso da participação da Montepio Seguros, vendida na totalidade à associação mutualista, e agora da sociedade Montepio Crédito.

“A novidade reside apenas na sua concretização, o que demonstra a capacidade de gestão e execução da Equipa do Montepio. Desde logo cumpre sublinhar a alienação de ativos não estratégicos tendo em vista focar a gestão no negócio bancário e, simultaneamente, reforçar a liquidez e o capital do Montepio”.

“Prosseguiremos o nosso caminho conquistando em cada dia o reconhecimento dos nossos clientes e do mercado. Estamos certos que continuaremos a ser notícia por estes factos positivos e isso fará toda a diferença”.