A Cabify chega hoje a Portugal. A concorrente da Uber também já está a provocar, à semelhança desta, dores de cabeça aos taxistas, que logo admitiram avançar para tribunal

O valor da viagem desta empresa espanhola, que usa uma plataforma digital para serviços de transporte, é calculado apenas com base na distância percorrida, ignorando o tempo passado no trânsito.

O preço da deslocação é por isso revelado ao cliente assim que este acede à aplicação e escolhe a viagem. Tal como a Uber, tem a versão light e executivo.

Por agora, a oferta está limitada a Lisboa - a partir das 09:30 deste dia 11 de maio -, sendo que a Cabify já atua em outras 14 cidades de vários países. Entre eles, estão Espanha, Brasil, México, Peru e Chile. 

A empresa quer celebrar parcerias com empresas de táxis e tem estado a recrutar motoristas.

Veja aqui as diferenças entre os táxis e a Uber 

A principal concorrente direta, a Uber, recebe com agrado a nova operadora. 

Na última sexta-feira, as associações representativas dos taxistas e o Governo reuniram-se depois dos protestos do setor do táxi na semana passada contra a concorrência de plataformas de transporte privado de passageiros, que consideram ilegais. O secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes, defendeu que os requisitos de acesso ao mercado e à atividade devem ser homogéneos entre todos estes serviços.