O indicador de sentimento económico (ISE) cresceu residualmente 0,2 pontos na zona euro para os 101,2 e para os 105,0 pontos na União Europeia (UE), em fevereiro, segundo dados hoje divulgados pela Comissão Europeia.

Segundo os dados hoje revelados, o ISE manteve, em fevereiro, a tendência de crescimento verificada desde maio de 2013.

A nível da zona euro, três das cinco principais economias viram o indicador aumentar: na Alemanha cresceu 0,4 pontos, na Holanda 0,6 pontos e na Itália 2,4 pontos.

Em Espanha o indicador estabilizou e em França desceu 1,4 pontos.

As duas maiores economias fora da zona euro também viram o ISE crescer: 1,0 pontos no Reino Unido e 0,3 na Polónia.

O indicador de sentimento económico calculado pela Comissão Europeia mede a confiança e as expectativas de consumidores e empresas europeus quanto à economia.

Já o principal indicador que mede o clima de negócios na zona euro cresceu ligeiramente para os 0,37 pontos em fevereiro, face a janeiro, divulgou hoje a Comissão Europeia.

Em fevereiro, o indicador cresceu 0,12 pontos, na comparação com os 0,25 registados em janeiro, sendo o valor mais alto desde julho de 2011.

A Comissão Europeia não divulga dados por Estado-membro relativos ao indicador do clima de negócios.