O preço do barril de petróleo Brent chega aos 58,43 dólares, esta quinta-feira, pela primeira vez nas últimas duas semanas. A causa é o agravamento da situação no Iémen, após os ataques aéreos da Arábia Saudita e aliados. O brent, petróleo que serve de referência às importações portuguesas, recuperou 3,67%, quando ontem valia 56,48 dólares. 
O light crude, referência para os Estados Unidos da América, subiu 3,29% para os 50,83 dólares.

As operações militares no Iémen têm como alvo o grupo rebelde Houthi, que está a ser apoiado pelo Irão e tomou conta do país. A coligação de mais de dez países liderada pela Arábia Saudita pretende defender o governo do presidente do Iémen eleito, Abdo Rabbu Mansur Hadi.

Os ataques aéreos e a ofensiva militar na zona do Médio Oriente prometem afetar a economia internacional, pois esta é a maior zona de produção e exportação de petróleo do mundo.