As ações do BCP dispararam 11,18% em bolsa esta quarta-feira, depois de três sessões em queda, mas puxando hoje por Lisboa, com o índice PSI20 a valorizar 1,68% para 5.071,78 pontos.

Cada título do BCP vale agora 0,0378 euros por ação, a beneficiar da valorização da banca europeia, mas igualmente das notícias sobre a desblindagem de estatutos que tornam o banco mais apetecível. 

Já o BPI desvalorizou 0,45%, estando já a negociar abaixo do preço de oferta do CaixaBank, que oferece 1,113 euros por ação na OPA que anunciou.

A par do BPI, outras cinco empresas perderam nesta sessão, com destaque para a queda da Mota-Engil (-4,269% para 1,906 euros por ação).

Certo é que a maioria das cotadas fechou a ganhar. A EDP foi o terceiro título que mais valorizou (2,03% para 3,063 euros), sendo que também a EDP Renováveis e a Galp tiveram uma sessão positiva, com valorizações de 1,32% e 0,42%, respetivamente para 6,75 euros e 11,94 euros, num dia em que o petróleo negociado em Londres, o Brent, valorizou praticamente 1,5%, negociando nos 44,71 dólares por barril.