A Bolsa de Lisboa terminou a sessão desta quarta-feira com ganhos de 0,78%, em contraciclo com o resto da Europa, onde o clima de insegurança fez com que as bolsas voltassem a terreno negativo. Paris perdeu 0,62% e Madrid 0,89%, por causa das operações policiais em Saint Denis e da evacuação de uma praça no centro da capital espanhola.

O índice PSI 20 da bolsa de Lisboa foi impulsionado pelo desempenho da Galpenergia, cujos títulos valorizaram 3,5%, para os 9,955 euros, depois da empresa ter anunciado mais uma descoberta de petróleo, desta vez na bacia de Pitu, no norte do Brasil.
 

Banca continua a valorizar

 
A ganhar, mais uma vez,  estiveram os títulos da banca, ainda no rescaldo dos resultados dos testes de stress feitos ao Novo Banco. O Millennium BCP ganhou 2,335%, para 5,26 cêntimos por ação, e o BPI valorizou 2,119%, para 1,060 euros.

Destaque nesta quarta-feira ainda para os títulos da Ren e da EDP, com ganhos, respectivamente, de 1,395% e 1,309%.

Com sinal negativo o destaque foi para os CTT, cujas ações recuaram 1.211% no dia em que a empresa apresentou a imagem do Banco CTT e os planos de abertura, a partir de 27 de novembro.

Os títulos da NOS foram os que mais cairam esta quarta-feira: uma queda de 1,589%,para 7,309 euros por ação.