Os mercados norte-americanos abriram esta terça-feira em terreno negativo, seguindo a tendência de queda no fecho da segunda-feira, após a acusação do secretário de Estado norte-americano, John Kerry, sobre o uso de armas químicas na Síria.

Pelas 14:30, hora de Lisboa, o índice industrial Dow Jones caía 0,46% para 14.800,12 pontos, enquanto o tecnológico Nasdaq descia 1,09% para 3.617,45 pontos.

As transações dos dois principais índices de referência da bolsa norte-americana mantiveram-se na segunda-feira moderadamente positivas, mas caíram a pique imediatamente após as declarações de Kerry, em Washington, destacaram os analistas citados pela agência France Presse.

O chefe da diplomacia norte-americana garantiu não ter dúvidas sobre a utilização de armas químicas na Síria na passada semana, considerando tratar-se de «uma indecência moral» perante a qual os responsáveis devem responder.

Entretanto, as declarações do secretário de Estado do Tesouro norte-americano, Jack Lew, segundo as quais os Estados Unidos irão atingir em meados de outubro o seu teto legal de endividamento, assustaram os mercados, que receiam novos confrontos entre os republicanos e a Casa Branca, caso seja necessário autorizar um novo teto para a dívida pública dos Estados Unidos, como escreve a Lusa.