O índice de referência da bolsa de Lisboa, o PSI20, encerrou esta quarta-feira a recuar 0,03% para 5.225,71 pontos, com os títulos da Galp Energia a liderarem as quedas e a perderem 3,01%.

Entre as 18 cotadas que integram o PSI20, dez encerraram a sessão em terreno positivo e oito recuaram.

Os títulos da Galp Energia foram os que mais perderam (-3,01) e ficaram em 10,795 euros.

Ainda do lado das perdas, o BCP caiu 1,61% ficando em 0,0796 euros, o Banif cedeu 1,45% e terminou em 0,0068 euros e a SEMAPA recuou 0,59% para 9,374 euros.

A Altri recuou 0,56% para 2,295 euros, a Portucel perdeu 0,39% com cada ação a valer 2,842 euros, a PT desvalorizou 0,28% para 1,436 euros e a Teixeira Duarte recuou 0,25% para 0,795 euros.

A Impresa liderou a lista das empresas que subiram nesta sessão, tendo avançado 2,11% para 0,918 euros, seguindo-se a EDP Renováveis, com uma valorização de 2% para 5,292 euros.

Surgem depois o BPI, com um avanço de 1,97% para 1,50 euros, a Jerónimo Martins, com ganhos de 0,99% para 8,594 euros, a EDP, com uma subida de 0,98% para 3,299 euros, e a REN, com uma variação positiva de 0,93% para 2,50 euros.

A encerrar a lista dos títulos que valorizaram estão a Sonae (0,74% para 1,093 euros), os CTT (0,72% para 7,534 euros), a NOS (0,66% para 4,60 euros) e a Mota Engil (0,03% para 3,90 euros).

Na Europa, os principais mercados encerraram mistos, com Londres (FTSE) e Madrid (IBEX) a terminarem a sessão em terreno negativo, com recuos de 0,19% e 0,54%, respetivamente, enquanto Paris (CAC) e Frankfurt (DAX) registaram ganhos (0,09% e 0,17%).