A Bolsa de Lisboa iniciou a semana da Páscoa a valorizar, com ganhos ligeiros de 0,33%, em contraciclo com a generalidade das bolsas europeias, a aguardar por sinais cautelosos de alteração da política monetária por parte da Reserva Federal norte-americana.

Lisboa valorizou graças aos desempenhos do BPI e da Jerónimo Martins. As ações do BPI lideraram os ganhos do dia, 2,873%, com os investidores a apostar no anúncio de um acordo entre os dois maiores acionistas da instituição bancária, o espanhol CaixaBank e a sociedade angolana Santoro, de Isabel dos Santos. Com sinal contrário, o BCP recuou 0,893% na sequência de notícias que dão como certa a entrada da empresária angolana no capital do maior banco privado português.

O retalho também deu uma ajuda ao comportamento do PSI20, com a Jerónimo Martins a ganhar 2,1% e a Sonae 0,290%.

Com desempenho positivo estiveram ainda os títulos do grupo EDP, a beneficiar de uma emissão de obrigações de 600 milhões de euros, com juros mais baixos, da casa mãe. A EDP renováveis ganhou 2,091% e a EDP 1%.