As 300 pessoas mais ricas do mundo somaram durante o ano passado mais de 524 mil milhões de dólares às suas fortunas, que agora ultrapassam os 3,7 biliões de dólares, segundo dados da Bloomberg.

O índice, atualizado diariamente, foi hoje publicado pela agência de notícias norte-americana, citada pela Efe, que elabora o ranking recorrendo às variações das ações que cada um destes bilionários detém.

Bill Gates, o fundador da Microsoft, ficou 15,8 mil milhões de dólares mais rico no ano passado, ultrapassando o mexicano Carlos Slim, tendo agora 78,5 mil milhões, muito à custa da valoração das ações da empresa, que subiram mais de 40% no último ano.

Para além das subidas no ano passado, o índice regista também que o brasileiro Eike Batista, que era o oitavo homem mais rico do mundo, acumula agora dívidas, tendo já declarado falência.