A Câmara de Cascais (PSD/CDS-PP) vai discutir na segunda-feira uma proposta apresentada pelo vereador do PS Alexandre Sargento para retirar a medalha de mérito empresarial atribuída pelo município ao ex-presidente do Banco Espírito Santo (BES) Ricardo Salgado.

A proposta feita pelo vereador socialista foi incluída na ordem de trabalhos da próxima reunião de câmara, segundo consta no site da autarquia.

A intenção de entregar uma proposta ao presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, para incluir a discussão na próxima reunião já tinha sido comunicada pelo vereador eleito pelo PS na passada reunião de câmara de 23 de março.

Na altura, em declarações à agência Lusa, o autarca de Cascais disse crer que a intenção não fosse por diante.

«Já tive manifestações, no próprio PS, contra esta iniciativa. Portanto, acho que alguém colocará bom senso nesta iniciativa bacoca do vereador e acredito que esta proposta nem sequer vá avante, como já aconteceu com tantas outras anunciadas pelo Partido Socialista», afirmou Carlos Carreiras na ocasião.

Hoje, contactado pela Lusa, Alexandre Sargento reafirmou que a proposta era uma vontade sua e sobre as «provocações» de Carlos Carreiras respondeu: «o senhor presidente da câmara que se preocupe com o seu partido».

Em 1999, a Câmara de Cascais, sob liderança socialista de José Luís Judas, aprovou a atribuição da medalha de mérito empresarial a Ricardo Salgado,.