Faz hoje seis meses que o governador do Banco de Portugal decretou o fim do Banco Espírito Santo (BES). Na noite de 3 de agosto, Carlos Costa dividiu o BES em banco bom e banco mau, numa decisão que ficou conhecida como a resolução do BES.
 
Nesse dia já eram evidentes e preocupantes os problemas que emergiam de todos os poros do maior grupo económico português. Seis meses depois, desse dia... Emitimos a segunda parte da grande reportagem que procura juntar as peças do fim do império Espírito Santo e que coincide com uma inevitável mudança de página nas relações de poder em Portugal.
 
«Em Nome dos Espírito Santo » é uma grande reportagem da jornalista   Fernanda Teixeira, com imagem de   Bernardo Magalhães, edição de   Miguel Freitas e grafismo de   Ricardo Rodrigues. A primeira parte da reportagem passou a 26 de janeiro no «Jornal das 8».