O antigo administrador financeiro do BES, Amílcar Morais Pires, disse esta terça-feira que o ex-líder do BES Ricardo Salgado e o antigo presidente da Portugal Telecom (PT) Henrique Granadeiro fizeram uma «combinação» para o investimento na Rioforte.

«O que existiu não foi uma proposta seguida de uma aceitação, mas sim uma combinação. E essa combinação foi feita entre o dr. Ricardo Salgado e o dr. Henrique Granadeiro», diz Morais Pires numa carta que chegou esta terça-feira às mãos do presidente da comissão parlamentar de inquérito à gestão do BES e do Grupo Espírito Santo (GES), Fernando Negrão, e à qual a agência Lusa teve acesso.

O antigo responsável do BES desmentiu declarações de Granadeiro na comissão de inquérito, quando este afirmou que Morais Pires havia feito uma proposta de investimento na Rioforte, holding do GES.

A comissão de inquérito teve a primeira audição a 17 de novembro passado e tinha inicialmente um prazo total de 120 dias, até 19 de fevereiro, mas foi prolongado por mais 60 dias.

Os trabalhos dos parlamentares têm por objetivo «apurar as práticas da anterior gestão do BES, o papel dos auditores externos e as relações entre o BES e o conjunto de entidades integrantes do universo do GES, designadamente os métodos e veículos utilizados pelo BES para financiar essas entidades».