O valor reclamado pelos credores às empresas Espírito Santo International e Rio Forte, do Grupo Espírito Santo (GES), era de 7,3 mil milhões de euros no final de abril, segundo o relatório dos curadores das insolvências destas sociedades.

De acordo com o documento público, datado de 18 de maio, até 30 de abril de 2016 foram apresentadas 1.100 declarações a reclamar créditos da Espírito Santo International, no montante total de 4,3 milhões de euros.

No caso da Rio Forte, o valor reclamado até final do mês passado é de 3 milhões de euros, correspondente a 1.300 declarações apresentadas.

No total, são reclamados 7,3 milhões de euros e o valor ainda poderá aumentar, uma vez que os credores ainda podem apresentar declarações até outubro.