A percentagem de empresas com crédito vencido aumentou em março para 31%, o valor mais alto desde dezembro de 2009, segundo dados hoje divulgados pelo Banco de Portugal.

As Pequenas e Médias Empresas (PME) são as principais responsáveis por este efeito, já que a percentagem de devedoras subiu para 31,1%, acima dos 30,8% registados no mês anterior e dos 29,8% observados no mês homólogo.

Já a percentagem de grandes empresas com crédito vencido evoluiu favoravelmente, diminuindo para 16,7% em março, que compara com os 17,4% registados em fevereiro e 18,2% em termos homólogos, aproximando-se dos 16,8% de maio de 2012.

Também o número de famílias devedoras voltou a aumentar para 15,2%, pelo terceiro mês consecutivo.

No caso do crédito à habitação, a percentagem de empréstimos por pagar subiu para 6,4% (6,3% em fevereiro), o valor mais alto em 10 meses, o mesmo acontecendo com o crédito ao consumo e outros fins, que avançou para 17%, igualando a percentagem de devedores registada em novembro do ano passado.