O volume do crédito malparado abrandou junho, tanto nas famílias como nas empresas. Os dados publicados no Boletim Estatístico do Banco de Portugal mostram que, apesar deste abrandamento, o crédito em incumprimento mantém-se acima dos 17 mil milhões de euros.

Dívida pública já chega aos 134% do PIB

O maior volume de créditos vencidos é o das empresas: mais de 12.500 milhões de euros. Já nas famílias o montante que deixou de ser pago aos bancos é de 5200 milhões de euros, regressando ao valor registado em abril passado.

Segundo dados do banco central, em junho havia 669 mil famílias com atrasos de pagamento ao banco, mais de 15% do total de créditos concedidos.