O indicador coincidente da atividade económica recuou em maio pelo terceiro mês consecutivo, enquanto o do consumo privado registou novo aumento, segundo dados hoje divulgados pelo Banco de Portugal (BdP).

O indicador de atividade económica recuou 0,1 pontos percentuais, face a abril, para 0,4%, mantendo-se em terreno positivo desde outubro do ano passado.

Já o indicador de consumo privado aumentou 0,1 pontos percentuais para 1,2% em maio, mantendo a trajetória de recuperação iniciada há dois anos (em março de 2012).

O indicador relativo ao consumo privado encontra-se em terreno positivo desde dezembro do ano passado.