Está aberta a época de resultados mas, para já, não há sinais propriamente animadores.

O PSI20 está, desde a abertura, em queda, a seguir a Europa, e a descer 0,95% para 4.609,73 pontos.

A penalizar o principal índice nacional, sobretudo a banca e a energia. O BCP, que amanhã apresenta resultados, já disse hoje que o seu banco na Polónia, o Bank Millennium, atingiu resultados de 98,4 milhões de euros no primeiro semestre, mais 31,5% face ao período homólogo.

Mesmo assim o BCP volta hoje a cair abaixo dos 2 cêntimos. Desce 2,01% para 0,0192 euros.

Ainda na banca, enquanto os investidores aguardam para hoje os números do BPI, a instituição cai 0,35% para 1,110 euros.

Na energia, foi a Renováveis a abrir hostilidades. Segundo a Reuters os resultados ficaram aquém do esperado e a EDP Renováveis desce 0,61% para 6,978 euros, depois uma quebra de lucros de 15% para 59 milhões de euros no primeiro semestre face ao homólogo.

Seguem-na a EDP que perde 0,69% para 3,019 euros e a Galp que desce 0,73% para 12,120 euros.

Na indústria, a The Navigator também não deixa bons sinais neste início de manhã, após uma quebra de resultados motivada pela descida do preço da pasta de papel. A antiga Portucel cai 0,53% para 2,81 euros.