A exposição dos bancos portugueses ao Banco Central Europeu baixou para 50.528 milhões de euros em outubro, depois de quatro meses a subir, segundo os dados publicados esta terça-feira pelo Banco de Portugal.

Em outubro, a exposição da banca portuguesa ao financiamento do BCE era de 50.528 milhões de euros, menos 1.318 milhões de euros face a setembro, o que representa uma queda de 2,54% em termos percentuais. A diferença face há um ano atrás e ainda maior: 5.561,8 milhões de euros ou 9,29%.

Os bancos portugueses têm vindo a recorrer ao BCE, através dos diversos mecanismos que este disponibiliza, perante os constrangimentos sentidos nos mercados de financiamento internacionais.