Os empréstimos para a compra de casa somaram 1.288 milhões de euros até maio, mais 438 milhões do que no mesmo período do ano passado. De acordo com o jornal Público, é uma subida de mais de 50% em relação ao período homólogo.

Até maio a média mensal do crédito foi de 257,6 milhões de euros.

Em 2014, os bancos concederam 2.313 milhões de euros para crédito à habitação. Este ano, e a manter-se o ritmo verificado até maio, o valor dos empréstimos poderá ser o mais alto dos últimos 3 anos.

Os spreads mínimos são inferiores a 2% e há uma ligeira subida dos preços dos imóveis. Por outro lado, a procura para arrendamento está a cair.