O  BCP reforçou a participação na Pharol para mais 6%. A TVI sabe que as ações compradas pelo BCP pertenciam à Ongoing e tinham sido dadas como garantia de dívidas que a empresa presidida por Nuno Vasconcelos não pagou.
 
A informação sobre a aquisição foi dada em comunicado pela Pharol à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).
 
A participação do BCP no capital acionista da Pharol é agora de 6,16%, depois de a 12 de agosto o banco liderado por Nuno Amado ter adquirido 4,2% do capital social e direitos de voto.
 
A Pharol, antiga PT SGPS, é a principal acionista da operadora brasileira Oi.