As remessas dos portugueses a trabalhar no estrangeiro caíram 9,6% em julho, de acordo com o Boletim Estatístico divulgado pelo Banco de Portugal esta segunda-feira, enquanto os imigrantes em Portugal enviaram mais 0,1% que no período homólogo.

Em julho, o valor enviado pelos emigrantes portugueses a trabalhar fora do país chegou aos 318,4 milhões de euros, descendo relativamente aos 352,2 enviados no mesmo mês do ano anterior, ao passo que as verbas enviadas pelos estrangeiros a trabalhar em Portugal subiram de 52,2 para 52,3 milhões de euros.

A Suíça, com mais de 99 milhões, e a França, com 88 milhões de euros, são os países de onde os portugueses mais enviam verbas, ao passo que os brasileiros, com 27 milhões de euros, são os imigrantes que mais enviaram remessas para os seus países de origem.