“O Banco Central Europeu não exigiu ou aprovou um bail-in das obrigações seniores neste caso”


contra a decisão tomada

tomada a 29 de dezembro

audiência urgente ao governador