A dívida pública na ótica de Maastricht, a que conta para Bruxelas, subiu em novembro para 242,8 mil milhões de euros, face ao mesmo mês de 2016, divulgou hoje o Banco de Portugal.

O valor de aumento da dívida pública em novembro, em termos homólogos, é de 975 milhões de euros.

Já em relação a outubro, a dívida pública diminuiu 2,4 mil milhões de euros em novembro, o que o banco central justificou com “o reembolso antecipado de empréstimos do Fundo Monetário Internacional”, no valor de 2,8 mil milhões de euros.

Já a dívida pública líquida de depósitos das administrações públicas ficou em 222,2 mil milhões de euros em novembro, menos 620 milhões de euros em relação a outubro, mas mais 3,5 mil milhões de euros face a novembro de 2016.

O Banco de Portugal divulgou ainda hoje que os ativos em depósitos das administrações públicas diminuíram 1,8 mil milhões de euros, face a outubro.

Em relação à dívida pública em função do Produto Interno Bruto (PIB), os valores apenas são divulgados por trimestre, pelo que o último dado diz respeito a setembro, quando se fixou nos 130,9% do PIB (abaixo dos 132,1% registados no segundo trimestre, mas acima do valor no final de 2016).