A dívida pública aumentou ligeiramente para 229.074 milhões de euros em agosto, mais 152 milhões de euros do que em julho, segundo os dados divulgados hoje pelo Banco de Portugal.

De acordo com o Boletim Estatístico hoje publicado pelo banco central, a dívida pública na ótica de Maastricht, a que conta para Bruxelas, fixou-se nos 229.074 milhões de euros em agosto, o que representa um ligeiro aumento face ao valor de 228.922 milhões registados em julho.

Já a dívida líquida de depósitos da administração central desceu 701 milhões de euros entre os dois meses, de 213.385 milhões em julho para 212.684 milhões de euros em agosto.


Sobe valor sob gestão em Certificados de Aforro e do Tesouro 


Ainda segundo o Banco de Portugal, o valor sob gestão em Certificados de Aforro e de Tesouro atingiu os 20.116 milhões de euros em setembro, mais 0,8% ou 166 milhões de euros face aos 19.950 milhões aplicados em agosto.

Contas feitas, houve uma desaceleração no aumento do montante sob gestão nestes títulos de dívida pública já que, entre julho e agosto, o acréscimo tinha sido de 180 milhões.

Os dados divulgados hoje mostram ainda que o montante sob gestão em Certificados de Aforro (CA) em setembro totalizou 12.747 milhões de euros, mais 15 milhões do que os 12.732 milhões de euros registados no mês anterior.

Para o crescimento do montante sob gestão em CA contribuíram, não só as novas subscrições, mas essencialmente o aumento dos juros acumulados: entre setembro e agosto os juros acumulados aumentaram 10 milhões de euros (de 4.126 para 4.136 milhões de euros), enquanto as novas subscrições aumentaram cinco milhões de euros.

Isto significa que o valor sob gestão em CA excluindo estes juros representa 8.611 milhões de euros.

Já no que diz respeito aos Certificados do Tesouro, o Estado detinha 7.369 milhões de euros nestes instrumentos no final de setembro, mais 151 milhões do que os 7.218 milhões de euros registados no mês anterior.

Para os Certificados do Tesouro, o Boletim Estatístico não desagrega qual o montante de juros acumulados.