A dívida pública portuguesa agravou-se 8,6 mil milhões de euros no primeiro semestre deste ano, segundo informação divulgada esta segunda-feira pelo Banco de Portugal.

No final de 2015 estava nos 231.345 milhões de euros e, no final de junho, tinha subido para 240.019 milhões. Contas feitas, o agravamento está na ordem dos 8,6 mil milhões de euros.

Só entre maio e junho - os últimos dados conhecidos -, a subida foi de 2,4 mil milhões de euros, fazendo com que a dívida pública tenha alcançado, no total, 240 mil milhões de euros no final do primeiro semestre.

A variação em junho "reflete principalmente emissões líquidas positivas de títulos (2,0 mil milhões de euros)", refere o Banco de Portugal.

O crescimento da dívida pública foi acompanhado por uma redução dos ativos em depósitos (3 milhões de euros). Assim sendo, a dívida pública líquida de depósitos da administração central registou um aumento de 2,8 mil milhões de euros em relação ao mês anterior, ascendendo a 222 mil milhões até junho.

Fonte: Banco de Portugal