O crédito ao consumo concedido pelos bancos em Portugal cresceu pelo segundo mês consecutivo em dezembro de 2015, contrastando com a continuada queda dos empréstimos ao conjunto das empresas e das famílias, segundo dados do Banco de Portugal.

Os empréstimos concedidos a sociedades não financeiras desceram 1,9%, 'year-on-year', para um saldo de 83.490 milhões em Dezembro. Contudo, o crédito às empresas exportadoras cresceu 1,8% para 17.479 milhões de euros.

No caso das famílias, o crédito caiu 2,2% para 127.523 milhões, mas o crédito ao consumo e à atividade empresarial em nome individual aumentou 0,9% para 23.874 milhões, após ter crescido 1% em Novembro.

O BCP sublinhou que a descida do crédito às sociedades não-financeiras é a menos acentuada desde Setembro de 2011.

O rácio de crédito vencido situou-se em 15,8% em dezembro, o que representa um aumento de 0,8 pontos percentuais face a Dezembro de 2014 e uma redução de 0,8% face a agosto de 2015, mês marcado pelo valor mais elevado da série.