O governador do Banco de Portugal afirmou esta quarta-feira no parlamento que as alterações no Montepio Geral "vão no bom sentido", referindo-se à mudança nos estatutos que permite separar os órgãos de administração do banco e da associação mutualistas, bem como à nova presidência.

Carlos Costa, em audição na comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Administração Pública, afirmou que, face ao que "foi comunicado ontem pela instituição e pelas notícias de hoje, o Montepio vai no bom caminho".

O governador referia-se à notícia avançada ontem pela TVI de que José Félix Morgado é o candidato principal a presidente do banco Montepio, após a desistência do ex-ministro das Finanças Teixeira dos Santos.

A assembleia-geral do Montepio aprovou na terça-feira a alteração de estatutos que permite separar os órgãos de administração do banco e da associação mutualista, estando agendado o anúncio do novo presidente da instituição financeira para o início da próxima semana.