O Banco de Portugal decidiu analisar as contas de 12 grupos empresariais, entre os quais se encontram os maiores clientes da banca portuguesa. A fiscalização foi realizada no último trimestre do ano passado, segundo o Jornal de Negócios, e o objetivo era verificar se os clientes tinham condições financeiras para pagar os empréstimos contraídos.

O BdP quis ainda harmonizar os critérios de avaliação de aspetos como se o valor das empresas está adequado ao seu nível de crédito bancário, se geram fluxos financeiros para fazer face ao reembolso dos empréstimos e se as garantias dos créditos são adequadas e estão devidamente contabilizadas.