As exportações portuguesas vão crescer e representar quase metade do Produto Interno Bruto do país nos próximos anos, antecipou o vice-governador do Banco de Portugal, Pedro Duarte Neves, numa conferência para investidores em Londres.

Segundo o responsável, citado pela Reuters, em três anos as exportações vão atingir 45% do PIB, batendo o último recorde de 41%.

Na mesma conferência, o ministro da economia, Pires de Lima, admitiu que as exportações «não estão a crescer tão depressa como gostaríamos», reiterando as estimativas do Governo de que o setor vai crescer 1% este ano e 1.5% no próximo.

O responsável pela pasta da economia adiantou ainda que Portugal continua a ser um destino atrativo para o investimento estrangeiro, admitindo que os problemas que levaram ao resgate do Banco Espírito Santo dificultam a tarefa de captar investimento estrangeiro.