O indicador de atividade económica prosseguiu em maio a melhoria verificada desde o início do ano passado, mas o indicador do consumo privado caiu, mantendo-se a trajetória ligeiramente descendente verificada desde meados de 2014.

Segundo dados divulgados esta quarta-feira pelo Banco de Portugal, o indicador coincidente mensal para a evolução homóloga da atividade económica passou para os 0,7% em maio, depois de em abril ter sido de 0,6%.

Numa análise do acumulado do trimestre terminado em maio, o indicador da atividade económica subiu 0,6% em maio.