A economia portuguesa voltou a abrandar no mês de agosto, confirmam os últimos dados divulgados esta sexta-feira pelo Banco de Portugal.

Segundo o indicador calculado pelo Banco de Portugal, a atividade económica registou um desempenho negativo pelo segundo mês consecutivo e recuou para níveis que não eram vistos desde agosto do ano passado.

Na mesma linha, também o indicador que mede o consumo privado está a recuar e está já ao nível de janeiro desde ano. Note-se que há três meses que o consumo das famílias e das empresas está em queda.