Os depósitos das famílias e empresas espanholas em Espanha aumentaram 40.076 milhões de euros no último ano para um total de 947.981 milhões no final de 2013, segundo dados divulgados hoje pelo Banco de Espanha.

Em concreto, as sociedades não financeiras aumentaram os depósitos em 13.888 milhões de euros para 205.854 milhões de euros, enquanto as famílias incrementaram os depósitos em 26.188 milhões para um total de 743.127 milhões.

Apesar deste aumento, os depósitos do total de residentes em Espanha caíram em dezembro para 1,459 biliões de euros, comparativamente aos 1,492 biliões do mesmo mês de 2012.

O total de depósitos de residentes em Espanha mais estrangeiros alcançou os 1,496 biliões, com uma queda de 25.041 milhões face a 2012.

Os depósitos em Espanha dos residentes noutros Estados da União Europeia aumentaram, em dezembro, para os 36.984 milhões de euros, 7.508 milhões de euros mais que no mesmo mês de 2012.