A dívida do conjunto das administrações públicas espanholas aumentou para o recorde de 954.863 milhões de euros, o equivalente a 93,4% do PIB, no terceiro trimestre de 2013, informou esta sexta-feira o Banco de Espanha.

Segundo os dados da contabilidade nacionalidade, no último ano o crescimento da dívida pública foi de 16,73%.

O maior aumento da dívida entre julho e setembro de 2013 correspondeu à administração central, mais 19,53% face ao terceiro trimestre de 2012 para um endividamento total de 831.327 milhões de euros, ou 81,3% do PIB.

Os governos regionais registavam uma dívida de 196.957 milhões no terceiro trimestre (mais 17%) enquanto as dívidas das entidades locais caíram 4,65% para 41.765 milhões de euros.